.

.

.

.
Recebo-te com flores,
abraço-te em luzes,
entrego-te meus sonhos,
escritos e descritos
em cada frase sentida.

⊰Marcia Mattoso⊱

segunda-feira, 27 de julho de 2009

BATER ASAS


Quero soltar minhas amarras,
libertar minhas vontades,
transgredir todas verdades,
digerir minhas vaidades,
bater asas e voar!

Marcia Mattoso

A TE SEGUIR

Tua voz a seduzir
teu olhar a sugerir
e eu a te seguir.

Marcia Mattoso

VIDA INCONSTANTE


 
A vida esgota-se,
desfalecida, exaurida.
Extingue-se corrompida,
asfixia-se, enfraquecida.
Afoga-se em recessos,
abrevia-se em processos,
dilacera-se!
Desvendam-se horizontes,
revelam-se os instantes,
rebelam-se os amantes!

Marcia Mattoso

MALIGNA


O inferno é ela...
Cheia de péssimas intenções,
toma partido das facções,
mal intencionada,
muito bem entrosada,
em teorias de conspirações.
Olhos vermelhos,
olhar fulminante,
boca encarnada,
língua afiada, envenenada!
Voz irritante,
aguda, esganiçada,
estridente, gritante.
Num grito frente a um espelho,
sem reflexo, sem qualquer nexo,
muda de alma,
como quem muda de roupa.
Histérica, louca, dando cria
[com a voz rouca],
a uma insanidade [tão pouca],
repleta de escuridão e maldade.

Marcia Mattoso

ME PERDOE

Me perdoe
a falta de tato,
o excesso de carinho,
o estrangulamento
do espaço.
Me perdoe
pelos problemas
da minha alma pequena
e pelos lamentos
na sua falta de tempo.
Me perdoe
por falar demais,
por querer demais
e por amar demais.
Me perdoe
por isto ou por aquilo,
por este ou por aquele.
Apenas sinto muito
e peço que me perdoe
e se quiser, me ame!

Marcia Mattoso

QUERIA


Queria dizer que te odeio,
queria dizer que não te quero,
queria dizer que não te sinto.
Queria viver sem te pensar,
sem te sonhar, sem te esperar.
Queria dormir sem acordar!
Queria que o tempo passasse,
queria que tudo mudasse,
queria que você voltasse
a me querer amar.
Queria mas não posso,
não posso ser alguém
para quem me acha ninguém.

Marcia Mattoso


domingo, 19 de julho de 2009

ESPERANDO VOCÊ

 
Esperando você,
tudo é sem graça
e o tempo não passa.
Esperando você,
nada tem cor
e nem sabor.
Esperando você,
chora triste a natureza.
Esperando você,
não penso em riqueza.
Esperando você,
só vejo beleza.
Esperando você,
onde você está?
Continuo a esperar.

Marcia Mattoso

*Escrito em algum dia entre os anos de 1977 e 1978

SOU REAL


 
Sei que às vezes
pareço ser insuportável,
pareço ser metida,
mas minha alma é criança.
Sou real,
vivo com a cabeça na lua,
olhos no céu, coração no sol.
Tenho música nos ouvidos,
sensações em cada toque.
Sou cheia de defeitos,
mas busco a perfeição,
não tenho máscaras,
nem uso disfarces,
me divirto até sózinha.
Continuo a te amar,
mesmo que te odeie.
Sou menina, sou mulher
que sabe o que quer,
quero fazer você descobrir
qual o segredo que me faz
ser feliz e viver a sorrir,
o segredo da menina
e o desejo da mulher.

Marcia Mattoso


POR DETRÁS


Por detrás dos sonhos,
o mundo.
Por detrás do mundo,
o tempo.
Por detrás do tempo,
o momento, o movimento,
a vida.
Por detrás da vida,
os sonhos, o amor,
você!

Marcia Mattoso 

EU SOU ASSIM


Eu sou assim
e quem quiser
gostar de mim,
que me aceite
como sou.
Tenho dias e dias,
dias de anjo,
dias de bruxa,
dias de Marcia,
dias de Melena,
dias de Má,
dias de Mel.
Sou de lua,
sou do sol!
Sou apenas eu,
inconstante,
escancarada,
explicitamente
EU!

Marcia Mattoso

POR INTEIRO


Aos pouquinhos,
vou te conhecendo,
pedacinhos seus,
gostos, atitudes,
gestos, expressões.
Um dia terei você
por inteiro!

Marcia Mattoso

VOCÊ É O AMOR



Você é um bem necessário,
um mal que não tem cura,
uma busca, uma procura,
um encontro.
Você é o brilho do sol,
a luz da lua, a alegria pura.
Você é o som do mundo,
o tom do riso, a cor da vida,
a partida e a despedida.
Você é a brisa suave,
sentida e lenta, você é o amor.

Marcia Mattoso

CALA NA BOCA



Cala na boca
o silêncio da alma
que acalma
a vida que inflama
e reclama
as dores do mundo
em um segundo.
Cala na boca o sentido
de existir,
cala na boca a vida.

Marcia Mattoso


BUSCA


Busco o sorriso
no seu rosto tímido.
Busco a alegria
de ter você comigo.
Busco teus segredos,
teus anseios, teus receios.
Busco teus olhos,
tuas mãos, tua acolhida.
Busco um ponto de partida
nessa vida dividida.
Busco você na minha vida,
busco você, minha saída

Marcia Mattoso

(Escrito em 08/08/08)



CALOR



CALOR

Calor que aquece a alma...
aquece os corpos...
seduz!
Calor que acalma...
embriaga...
conquista!
Calor que exala...
amores...inspira!
Calor...suor...
amor!

(Marcia Mattoso)

FRUTO PROIBIDO


FRUTO PROIBIDO

Sou eu...
um fruto proibido,
dividido...
perdido!
Sou o teu único prazer,
um pecado para se perder,
a razão para o teu viver!
Sou o teu inicio,
o teu meio,
mas sem fim...
sou o teu desejado enfim!
Sou a tua insana escuridão
sou um vulto na imensidão...
sou tua abstração...
tua emoção...
sensação!
Sou toda tua...
toda nua...
tua lua!
E não há como fugir
dessa minha febre de sentir...
meu desejo desvairado
de te possuir,
seduzir!

(Marcia Mattoso)

sexta-feira, 17 de julho de 2009

SOLIDÃO

SOLIDÃO

Olhos fixos no céu...
alma na terra.
Onde estás?
Onde estarei?
Quem és?
Quem serei?
Sem ti...
sou pouco,
sou quase nada.
Não resisto
a outra madrugada
gelada...
só!
Esperando ser amada...
encantada...
sol!

(Marcia Mattoso)

ENIGMA


ENIGMA

Sou um enigma
a ser desvendado...
uma página em branco,
uma mente sem rosto,
um rosto
por detrás da máscara...
vontades...
vaidades...
verdades...
mentiras.
Sou o que sou...
nem louca,
nem normal.
Muito de bela,
muito de fera...
nada de nada,
um pouco de tudo!
Apenas um enigma...

(Marcia Mattoso)

EU E VOCÊ...

EU E VOCÊ...

Somos o corpo
que dança,
somos a cabeça
que pensa e...sonha!
Somos um
sem ser nenhum...
somos a razão
e o querer,
o ter e o poder...
a vontade e a certeza,
a emoção e a sensação...
de viver...
sem ter...sem querer...
sem razão...sem poder!!!
Apenas ser...
eu e você!

(Marcia Mattoso)

NA SOLIDÃO DO QUARTO


NA SOLIDÃO DO QUARTO

Na solidão
do quarto...
penso,
reflito,
me iludo...
doce ilusão!
Amor...
aflora,
devora
e chora!
Me busco,
te busco,
me perco...
te encontro!
Sonho...
fascínio,
ilusão...
razão!
Desperto...
alerta,
incerta,
liberta!
Venha...
minha porta
está aberta!

(Marcia Mattoso)

NO MEU QUARTO

NO MEU QUARTO

No meu quarto
eu me perco.
No meu quarto
eu me encontro.
Meu quarto...
meu canto.
Minha canseira,
meu sufoco,
meu desgosto...
divididos
com o travesseiro.
Minhas alegrias,
minhas fantasias,
meus segredos...
Meu quarto,
meu aconchego.
Meu quarto...
meu canto.
Meu canto...
meu sossego.
Meu sossego...
minha paz!

(Marcia Mattoso)

PENSE ANTES DE AGIR



Observa tudo,
enxerga tudo
e guarda em ti.
Teu conhecimento
é necessário,
pense antes de agir.

⊰Marcia Mattoso⊱




RASTROS DE LUZ



Algumas pessoas
por onde passam,
deixam rastros
de Luz e Esperança,
deixam rastros de Paz!

⊰Marcia Mattoso⊱






SERES



Pelo caminho
rastros, traços,
vestígios, sentidos,
seres a mostrar
e descobrir a Luz,
anjos que guardam,
protegem, equilibram,
sustentam o corpo,
brilham a alma.

⊰Marcia Mattoso⊱




TE ABRAÇO


Te abraço num abraço do tamanho da Vida!

⊰Marcia Mattoso⊱



CALA-TE


Cala-te!
Ouça o silêncio,
escuta a voz
do teu coração
e os ecos
da tua alma.
Aceita-te em Paz!

⊰Marcia Mattoso⊱



TEM UMA BRUXA A TE OBSERVAR...




quinta-feira, 16 de julho de 2009

SE VOCÊ FOSSE UM BICHO, QUAL VOCÊ SERIA?


Bicho? Não, não seria um bicho,
eu seria um lepidóptero!
Uma vida curta, breve,
leve, bela, suave, feliz.
Uma borboleta...
(bem na ponta do seu nariz!)

⊰Marcia Mattoso⊱ 

SABEDORIA

 
Posso até ver e enxergar
com meus próprios olhos,
ouvir e escutar
com meus ouvidos,
mas minha boca se cala
para não se enganar.

⊰Marcia Mattoso⊱ 

ESPELHO


ESPELHO

Se meu espelho
fosse mágico,
talvez eu visse a criança
que ainda habita em mim,
querendo fazer bagunça,
andar descalça na chuva,
pelas ruas,
calça arregaçada,
sapatos na mão,
esquecendo o tempo,
ignorando o mundo.
A criança está aqui,
querendo se libertar,
mas não consegue...
hoje é tudo muito formal,
tudo muito correto,
nem sei...
é tudo muito!
O vazio recomeça,
toma conta de mim,
sinto-me como uma ilha,
inabitável,
fora do alcance de todos.
Tenho como companhia
apenas os fantasmas
das recordações
passadas...vividas.
Sinto saudade
do que fui um dia,
do que me cercava,
pessoas, sonhos,
vida!
Se o meu espelho
fosse mágico
talvez eu me enxergasse
como sou...como fui...
como serei?

⊰Marcia Mattoso⊱


(*originalmente escrito em 1978, agora, 30 anos depois, repenso os mesmos fatos!)

FAXINANDO A VIDA


Faxinei minha vida,
abri todas as cortinas,
escancarei as janelas.
Ar, suavidade, paz,
claridade que me invade!
Limpei teias e poeiras,
espanei minha saudade,
joguei fora a maldade
e toda a falsidade.
Revirei novamente
o meu baú, me desfiz
das tristes lembranças
e remexi esperanças.
Fim de faxina,
casa arrumada,
vida recuperada!

⊰Marcia Mattoso⊱ 

HOJE É DOMINGO

Hoje é domingo,
mais tranquilo,
porém é um dia triste,
frio, chuvoso, diferente.
Dia de lembranças,
dia de saudade,
dia de vontade
de voltar o tempo.
Dia de quem partiu,
de quem se foi,
de quem se vai,
pelos caminhos,
nas escritas,
pelas linhas se encontrar.
Hoje é domingo...

Marcia Mattoso

À DEUSA



Sou filha da Deusa
que em mim habita
em forma de amor.
Que esse amor
preencha a Terra, nosso lar
e que nós, que aqui vivemos,
tenhamos paz e alegria.
Que a Luz irradie
em cada canto,
transbordando em vida.
Que assim seja!
Assim será!

⊰Marcia Mattoso⊱ 

NOITE E DIA


“E o dia beija a noite…”

⊰Marcia Mattoso⊱


GRATIDÃO AO SOL


Gratidão ao Sol
que, brilhante, clareia o dia.
Com seu calor, beleza
e sua luz radiante,
nos traz incrível alegria.

⊰Marcia Mattoso⊱

.

.