.

.

.

.
Recebo-te com flores,
abraço-te em luzes,
entrego-te meus sonhos,
escritos e descritos
em cada frase sentida.

⊰Marcia Mattoso⊱

quarta-feira, 19 de agosto de 2009

AMOR DE OCASIÃO

No começo, uma paixão,
uma loucura na solidão,
então virou ilusão,
um sonho na imensidão
da decepção.
Depois foi emoção,
casual, sensual,
banal, carnal.
Transformou-se,
caso do acaso,
no encontro desencontrado,
do coração descompassado,
no amor descompromissado.
Sem exclusividade,
sem definição,
um amor de ocasião.

Marcia Mattoso 

Nenhum comentário:

.

.