.

.

.

.
Recebo-te com flores,
abraço-te em luzes,
entrego-te meus sonhos,
escritos e descritos
em cada frase sentida.

⊰Marcia Mattoso⊱

domingo, 9 de agosto de 2009

PAPAI

Papai, te amo!
Te amo por tudo
te amo por nada...
pelas palavras
sempre tão precisas
e certeiras em cada problema.
Um homem bravo, rígido,
mas que hoje vejo,
era meigo e apaixonado
por nós todos, os seis filhos!
Te amo em cada bronca,
cada olhar de censura,
tudo que eu detestava
e que hoje sinto falta.
Sinto falta de você!
Mas sinto...
você nunca me abandona.
Sei que chora comigo
quando choro,
sorri quando me vê feliz.
Sei que você sempre me amou,
a seu modo, amou muito!
E hoje eu percebo,
como foi bom ter você comigo!
Papai, te amo...
sempre e para sempre!

Marcia Mattoso

Um comentário:

POESIA CÁ E LÁ disse...

Amiga, vim conhecer teu espaço.. tô encantada... mas lamento são cores que vejo aqui....muitas cores em forma de versos...
Um delicioso passeio.
Voltarei sempre.

Beijos ternurentos

Clau Assi

.

.