.

.

.

.
Recebo-te com flores,
abraço-te em luzes,
entrego-te meus sonhos,
escritos e descritos
em cada frase sentida.

⊰Marcia Mattoso⊱

sábado, 22 de maio de 2010

REFÉM

Sou refém da vida
que me leva
daqui, pra lá,
de lá, pra cá.
Sou refém dos sonhos
que me conduzem,
que me convencem
a sonhar, a voar.
Sou refém do amor
que me seduz,
o amor que me guia,
de noite, de dia.
Sou refém do tempo
que passa,
cheio de graça
passa e repassa.
Sou refém do mundo,
da vida que corre,
do sonho que consome,
do tempo que voa,
do amor que entoa
canções de viver
refém de você.

Marcia Mattoso

Nenhum comentário:

.

.